quinta-feira, 5 de maio de 2011

A little about me

E maais um dia como outro qualquer na minha vida... nada de diferente.
Como toda quinta feira, hoje foi terrível; ninguém merece acordar tão cedo para ter aula de matematica -.-  teve uma palestra na escola hoje, nem preciso dizer que quase morri de tédio, se bem, que ultimamente, nem faz diferença mais se as coisas me interessam ou não, porque, sei lá, nada mais faz sentido.
Terminei um trabalho de artes à tarde. Um saco! Só não deixei de fazer porque o resto estava tão bem feito, que nem sei como consegui, e demorei tanto, me estressei, que não quis disperdiçar meu esforço e tempo ocupado. Espero que pelo menos eu tenha uma boa nota no final de tudo.

Não sei porque estou perdendo o interesse cada vez mais nas coisas. Eu sei, eu sinto que estou ficando cada vez mais sozinha, percebi que realmente não tenho amigas de verdade, e parece que estou me habituando a isso. Não gosto mais de sair, não quero mais estar na companhia de ninguém...
Nunca me entendi muito bem, até hoje não sei do que eu realmente gosto, nem do que não gosto, exceto uma coisa; comida. Minha pior inimiga. Odeio, odeio odeio!

Desde 2006, quando começei com essa insistência de emagrecer e dietas, principalmente com meus nf e lf, me afastei muito das pessoas que viviam comigo, mas senti que não precisava de ninguém. Com o tempo, acho que perceberam o que eu estava passando e indiretamente, vieram me procurar, me arrastar para fazer atividades diferentes, para atrair minha atenção em alguma coisa, insistir tanto para que eu acreditasse como é bom tomar sorvete, ou comer uma pizza às vezes... Aprendi a fingir para todos. Fingir que estava gostando de tudo, fingir que acreditava que comer era bom. Mas na verdade, isso nunca aconteceu.
Já tentei muitas vezes retomar as dietas e qualquer tipo de loucura para ser magra, mas sempre tinha alguém que me forçava a fazer o contrário de tudo o que planejava.
Esse ano, muita coisa mudou na minha vida e sei que ninguém mais se importa com o que eu faço ou não, por isso, vim buscar apoio nesse mundo de blogs, porque sei que tem muitas pessoas como eu, que sentem a mesma coisa, e espero que me ajudem e me apoiem, que digam para eu não desistir da minha meta, mesmo quando tiver uma terrível e assustadora compulsão, quando eu estiver com raiva ou chorando e que não vão me criticar quando fizer alguma coisa errada...
E espero que eu encontre o apoio que estou precisando.
Bom, por hoje é isso.

beeeeijos :*


6 comentários:

  1. Adoro a imagem amor, muito obrigada pelo carinho meu bem, é saude é importante sim, quanto a sua história... você é sem duvida uma lutadora :) a gente vai vencer amor
    Aqui para tudo <3

    ResponderExcluir
  2. Me indentifiquei mto com a sua história..bem parecida co a minha =/
    sempre q precisar estarei aqui,pra qualquer coisa,estamaos juntas nessa viu?

    Força florzinha'

    ResponderExcluir
  3. Ola
    estou passando para dizer q estou te seguindo, é, mi identifiquei bastante com vc, tenha força q td vai dar certo, se precisar conte cmg viu?
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Querida não tenho muitas novidades boas, ontem mesmo deu-me uma grande vontade de comer e comiii... mas hoje quando fui a balança só engordei 100 gramas, fiquei feliz e vou continuar a lutar, beijinhos e ainda bem que gostou, para a semana tenho mais novidades venha ver depois
    e eu estarei aqui para apoiar sempre você <3

    ResponderExcluir
  5. gostei de ver mais ou menos como é e foi sua vida,obrigada por passar no meu blog,seja muito bem vinda, e estou seguindo viu,força

    ResponderExcluir
  6. Florzinha, eu sei o que você tá passando, eu nem saio mais de casa, não sinto prazer mais em sair, e fora isso, a gente perde muitos amigos, pois parece que tudo se resume a sair e ir comer alguma coisa, estou aqui te apoiando, força gatinha, temos uma a outra viu?

    ResponderExcluir